VIAJAR, APRENDER, CONHECER....DIVERTIR


Hoje em dia, não é incomum, entre as rodas de amigos, durante aquele cafezinho de final de tarde, no chopinho da turma do futebol, ou até mesmo no churrasco familiar de final de semana, as pessoas trocarem experiências culturais e divertidas de viagens nacionais e internacionais que finalmente tiveram a alegria de experimentar.

Com a transformação e evolução econômica de nosso País, hoje, cada vez mais, um número maior de pessoas, podem ter acesso mais facilmente à estas experiências; como, por exemplo, nas novelas que se via antigamente, quando aqueles folhetins, retratavam a vida de imigrantes que vinham para o nosso País, onde ao imergirem em nossa cultura, dia a dia e cotidiano, também preservavam suas rotinas e hábitos, oriundas de seus países de origem e ancestrais.

Como mencionado no artigo anterior; aqueles que trabalharam para criar e manter a sua família e construir seu patrimônio; hoje, além de mandarem seus filhos para vivenciar outras realidades, passam também a experimentar por si só, as delícias “de um novo mundo”, ou por que não, de um “mundo novo”.

Seja no Brasil ou no exterior, são muitas as oportunidades oferecidas pelo mercado para aprender, conhecer, estudar e divertir-se por que não? com preços para todos os bolsos e condições.

Dentre estas experiências, temos, por exemplo, um fenômeno cada vez mais comum no Brasil, quiçá no mundo, onde escolas de idiomas organizam períodos de pelo menos 30 (trinta) dias, já com hospedagem pré-definida conforme o interesse de seus participantes, onde o indivíduo, além de uma vivência maior e precisa de aprendizado do idioma escolhido, também tem uma imersão cultural daquele local, além de visitas a pontos históricos e turísticos da região, trazendo para os participantes, um crescimento e conhecimento de culturas diversas, que de fato serão carregadas para a vida inteira; afinal de contas, quem disse que novas experiências são somente para os jovens?

Por conta de nossa proximidade latina, países como Espanha, França e Itália, são bastantes procurados por aqueles que almejam estas experiencias. Já por outro lado, Portugal, por conta da língua, também recebe uma grande gama de brasileiros em suas dependências, contudo, neste caso, o idioma fica em segundo plano, por mais que haja diferenças entre o português falado aqui e na terra mãe, haja vista, os ensinos universitários em caso de maiores durações como pós graduação, mestrado e doutorado, ou até mesmo cursos de menores extensão, como também, palestras, simpósios e fóruns, despertam grande interesse naqueles que buscam maior conhecimento profissional, que faram com que aqueles, possam vivenciar tendências de vanguarda e trazer para nosso país, conhecimento globalizado a respeito dos mais diversos assuntos e atividades, portanto, VAMOS VIAJAR, APRENDER, CONHECER....DIVERTIR !!!!!!!!!


*Douglas Fernandes de Oliveira é Consultor Negocial com ênfase em Recuperação de Créditos

  • Facebook
  • Instagram

© Todos os direitos reservados - JORNAL TEMA

O Jornal Tema não se responsabiliza pelas matérias ou artigos assinados.
As opiniões não refletem, necessariamente, a opinião da diretoria deste jornal.

E-mail: jornaltema@gmail.com

Dúvidas e sugestões (13) 99116.0050 ou Redação (13) 3561.8382

Administrado pela ASSECOM Assessoria