Qual o seu tipo de viagem?



Qual seu tipo de viagem? Quando pensa em viajar, o que mais lhe agrada, qual o impulso que lhe impele em escolher este ou aquele lugar, lazer, romantismo, descanso, imersão cultural, gastronomia, negócios? Enfim, qual a opção que melhor se encaixa em seu roteiro?

Que viajar é um dos melhores estímulos à nossa saúde física e mental já é conhecimento e consenso comum nos últimos anos. Hoje com a competição de mercado, agencias de turismo, companhias de transporte e demais agentes do ramo de turismo, apresentam pacotes e mais pacotes com preços e atrações variados que encaixam aos diversos perfis de viajantes.

O Turismo na terceira idade, como já mencionamos anteriormente, impulsiona o setor ano após ano, contudo, nem só desta faixa etária é que vivem as agências de turismo, ou mesmo você, quando decide viajar aleatoriamente por um ou outro lugar.

Há aqueles que entendem que em uma viagem, por exemplo, a mesma pode conter diversas alternativas para um único lugar.

Uma viagem de negócios, onde há uma reunião pautada para determinado assunto e que pode ser realizada em uma sexta-feira às 14h00, pode proporcionar, desde que bem planejada, um passeio romântico, precedido de acordo com a vontade e necessidade de uma imersão cultural, um roteiro gastronômico, finalizado por um fim de noite inesquecível.

Atualmente com as facilidades que a internet proporciona podemos, com antecedência, planejar uma viagem que a princípio seria apenas para a realização de uma determinada obrigação.

Podemos reservar um hotel de acordo com o gosto e preferência, alugar um veículo conforme a necessidade ou valer-se de diversos aplicativos de transporte, comprar bilhetes, ingressos, para determinada atração de entretenimento, como uma peça de teatro, um filme pelo qual você estava esperando e que estará entrando em cartaz naquele dia, ir a um museu que esteja com uma exposição daquele artista que você tanta gosta e nunca tem oportunidade de apreciar suas obras, visitar uma vinícola aproveitando para degustar diversos tipos de vinho, quiçá queijos também e outros acompanhamentos, onde em um restaurante comercial dificilmente tal satisfação e prazer poderiam ser alcançados de uma só vez em uma única experiência.

Alias, crescem no Brasil viagens planejadas por apreciadores de um bom vinho, ou até mesmo, aqueles que não são catedráticos no assunto, mas possuem a curiosidade e interesse em adquirirem conhecimentos necessários para tornarem a experiência de um simples saborear de uma taça para a nobre arte da degustação daquela bebida com as mais variadas iguarias que podem a seguir ou mesmo precedê-la.

Há também aqueles que entendem-se como amantes de aventuras e assim, anseiam e procuram por lugares que proporcionem experiências radicais, como por exemplo, saltar de pára-quedas, fazer um rapel seguido de um rafting, explorar cavernas subterrâneas, fazer um mergulho, etc...

O turismo religioso, também é uma vertente que possui literalmente um público fiel às suas características, como a visitação a mosteiros, igrejas, templos, sinagogas e demais casas religiosas, independente de credo ou opinião, conhecendo assim, um pouco mais da sua história, ensinamentos e preceitos.

Enfim, pronto para viajar, já decidiu por qual tipo de viagem pretende fazer? Boa viagem e até breve...

Douglas F. de Oliveira


  • Facebook
  • Instagram

© Todos os direitos reservados - JORNAL TEMA

O Jornal Tema não se responsabiliza pelas matérias ou artigos assinados.
As opiniões não refletem, necessariamente, a opinião da diretoria deste jornal.

E-mail: jornaltema@gmail.com

Dúvidas e sugestões (13) 99116.0050 ou Redação (13) 3561.8382

Administrado pela ASSECOM Assessoria