Qual o custo de um inventário?


    A grande dúvida quando se pensa no momento de iniciar um inventário é “qual o custo de um inventário”?

    E se essa é a sua dúvida, no final desse texto tenho certeza que não será mais, o custo de um inventário será desmistificado.

    O primeiro custo que haverá para realizar um processo de inventário seja ele judicial ou extrajudicial é com a contratação de um profissional do direito e aqui o valor pode variar muito, pois depende da complexidade da situação, o renome do profissional escolhido, a quantidade de bens, se é ou não judicial, etc.

    Mas prometemos revelar o custo de um inventário, certo?

    Então vamos lá! O custo com o profissional do direito não é fácil de delimitar, como explicado acima, mas vamos considerar um valor médio de R$ 12.000,00.

    O próximo custo de um inventário é pagar as custas judiciais, aqui vou utilizar como exemplo um patrimônio total de R$ 600.000,00, e os valores cobrados no Poder Judiciário do Estado do Paraná.

    Conforme o exemplo acima, as custas judiciais para o inventário no Poder Judiciário do Estado do Paraná será de aproximadamente R$ 2.300,00.

    Infelizmente esses não são os únicos custos de um inventário, mas vamos lá!

    O próximo custo a ser considerado em um inventário são os gastos realizados com as certidões negativas dos falecidos, certidões dos imóveis que compõe o inventário, certidões de estado civil dos herdeiros, etc.

    Em um inventário com 06 herdeiros e 01 instituidor da herança (falecido), considerando que nenhum deles esteja de posse da documentação atualizada e que não seja necessária nenhuma correção nos documentos, o custo aproximado não deverá ultrapassar R$ 2.000,00.


    Agora acabaram os custos? Não!

    O próximo custo de um inventário é o valor para expedição do formal de partilha, o documento judicial que diz qual bem é de cada um dos herdeiros, o custo médio aqui no Estado do Paraná é de R$ 250,00.

    Vamos ao maior custo de um inventário?

    O imposto incidente sobre a transmissão dos bens aos herdeiros é o ITCMD, no Estado do Paraná o percentual é de 4% sobre o valor do patrimônio.

    O ITCMD possui algumas peculiaridades quando de sua apuração, mas no nosso exemplo é apenas 01 falecido, 06 herdeiros e um patrimônio de R$ 600.000,00, dessa forma, cada um dos herdeiros pagará de ITCMD o valor de R$ 4.000,00.


    Bom, vamos resumir os custos apurados:

    a) Advogado R$ 2.000,00 por herdeiro (R$ 12.000,00)

    b) Custas Judiciais R$ 384,00 por herdeiro (R$ 384,00)

    c) Certidões R$ 334,00 por herdeiro (R$ 2.000,00)

    d) Formal de partilha R$ 42,00 por herdeiro (R$ 250,00)

    e) Imposto de Transmissão R$ 4.000,00 por herdeiro (R$ 24.000,00)

    O grande final!

    O custo do inventário por herdeiro nesse exemplo será de aproximadamente R$ 6.760,00.

    Dessa forma, deixar para realizar o inventário sob a alegação que o custo é muito elevado ou que é impagável nem sempre é a realidade, é necessário procurar um profissional de sua confiança e realizar um planejamento para então iniciar o processo de inventário.

    Espero que este artigo tenha lhe ajudado.

    Se possuir sugestões ou dúvida me envia no instagram que vou lhe responder.

    Já ia me esquecendo, se possuir alguma dúvida e não tenha texto aqui no blog sobre o assunto, me diz lá no instagram que vou providenciar.

    Não deixe de ler sobre o ITCMD


    Por Ismaile Andre Polvero

    • Facebook
    • Instagram

    © Todos os direitos reservados - JORNAL TEMA

    O Jornal Tema não se responsabiliza pelas matérias ou artigos assinados.
    As opiniões não refletem, necessariamente, a opinião da diretoria deste jornal.

    E-mail: jornaltema@gmail.com

    Dúvidas e sugestões (13) 99116.0050 ou Redação (13) 3561.8382

    Administrado pela ASSECOM Assessoria